Falando sobre Jane Austen

outubro 09, 2016






Oi pessoal!
Promessa é dívida. Vocês podem até mesmo não se lembrar porem no mês de Agosto eu me comprometi em postar durante todas as quintas-feiras uma espécie de biografia falando sobre meus autores favoritos. Na primeira semana falei de Agatha Christie, segunda de Sophie Kinsella e na terceira semana foi a vez de Walcyr Carrasco.
O engraçado é que em cada uma das biografias das duas primeiras estava informando a escritoras que inspirou as duas. Sophie era uma voraz leitora dos romances de Jane Austen e Agatha Christie que por sua vez se inspirava em Edgar Alan Poe, mas não era nada imune aos livros de Jane Austen.
Essa que por sua vez também tinha sua escritora favorita, a autora Frances Burney que é citada em diversos romances de Jane e cujo o livro “Cecilia” provavelmente inspirou o título de “Orgulho e preconceito”



Lembre-se: se ao orgulho e preconceito que devemos suas misérias, tão maravilhosamente é bom e mal equilibrada, que ao orgulho e preconceito, você também terá que pagar sua rescisão.


Diz uma lenda que uma garota chamada Jane um dia encontrou uma fada em seu passeio e perguntou a garota se ela preferiria encontrar o príncipe encantado ou ser uma grande escritora que seria lembrada por séculos. Depois de pensar um pouco a jovem decidiu ficar com a opção de ser uma grande escritora.
Não se preocupe caso nunca tenha ouvido falar dessa lenda, porque na  verdade eu acabei de inventar.
Jane Austen nasceu em 16 de dezembro de 1775 e faleceu aos 41 anos em 1775.Filha de um reverendo Jane tinha oito irmãos, sendo apenas ela e sua irmã Cassandra pertencente ao sexo feminino.
O primeiro livro que Jane escreveu foi para entretimento familiar intitulado “Juvenilla” uma parodia de alguns romances.
Jane escreveu entre 1795 e 1799, três romances: Eleanor e Mariane (Razão e sensibilidade), Primeiras impressões (Orgulho e preconceito) e Susan (A abadia de Northanger). Nesse meio tempo seu pai tentou publicar “Orgulho e preconceito” , mas ele foi recusado.
RECUSADO!!!
ORGULHO E PRECONCEITO, foi recusado!!!!!!!!
Em 1803 Jane vendeu para uma editora, o romance “A abadia de Northanger’, ainda sob o título de Susan, mas o seu primeiro livro publicado foi “Razão e sensibilidade” em 1810, após o falecimento de seu pai, o livro foi aceito por uma editora, mas ela se responsabilizou pelos riscos. (Foi então que a fada apareceu para ela. Pronto, parei)
O livro foi publicado sob o codinome de “By a Lady” ,o livro recebeu críticas positivas e  então no ano de  1813 ela publicou aquele que foi o livro que seu pai tentou publicar e que seria a sua obra mais famosa “Orgulho e preconceito”
Após isso ela escreveu e publicou “Mansfield Park ”’, seguido por Emma que foi dedicado ao príncipe regente.
O fato é que seu irmão Henry Austen que negociava com os editores em Londres para Jane, ficou adoentado e um médico chamado Sr.Clarke que também era médico do príncipe regente começou a tratar do irmão de Jane. Por meio desse medico o príncipe soube que Jane escreveu Orgulho e preconceito e solicitou que Jane dedicasse um livro para ele.
Será que a Srta. Austen tinha algum prestigio?
E detalhe, repararam no nome do médico?? De onde será que Carina Rissi tirou o nome para o protagonista de “Perdida”?
Após um ano de sua morte, “A abadia de Northanger” foi enfim publicada ,um dos livros mais divertidos de Jane. Uma parodia dos livros da literatura gótica e trazendo uma protagonista menos dotado e bem mais (serelepe?) que as suas outras heroínas.
Também em 1818 foi publicado “Persuasão”’, um romance que existem teorias que Jane escreveu inspirado em uma decepção amorosa.
O primeiro livro que eu li de Jane foi em “Razão e sensibilidade” em 2009 e chorei demais com a Mariane .
Em 2010 eu tive contato com ela pela segunda vez com “Orgulho e preconceito” que eu abandonei pela metade.
EU ABANDONEI!!!!!!!!!
Eu abandonei ”Orgulho e preconceito”, ou seja, quem sou eu para julgar o editor que recusou? Se abusar eu era esse editor na minha outra vida e que depois de anos pegou novamente o livro e pensou “Eu não acredito que eu fiz isso”.
Em 2013, um dia que eu estava extremamente entediada e louca para ler um livro peguei para ler novamente aquele livro. E amei...mesmo faltando uma parte do romance por causa de um erro de encadernação.
Então baixei ele pela internet e o reli novamente e outra vez. Então comecei a procurar todos os romances dessa autora: Emma, Persuasão e A abadia de Northanger (2014), Mansfield Park (2015).
Emma, foi uma de suas obras que ganhou uma releitura. E uma releitura que é mais conhecida que a obra original.
Estou falando do filme “As patricinhas de Beverly Hills”, um dos filmes mais famosos da década de 90.
Elizabeth Bennet e Mr Darcy

Uma das obras de Jane que tem mais releituras porem é o “Pride and Prejudice” que recentemente ganhou sua versão zumbi tanto nos livros quanto no cinema.
Releituras em versões de personagens diferenciados e um livro e web-serie contemporânea chamada “’The Lizzie Bennet Diaries”” que ganhou o prêmio  no Emmy. Isso além de várias adaptações para o cinema, sendo que um dos Darcys mais famosos vai para o britânico Colin Firth que também emprestou o seu rosto para “O diário de Bridget Jones”, um livro que faz uma leve parodia do romance de Jane Austen e que também é considerada a obra - mãe do gênero chick-lit
Como citei acima também foi lançado os livros "Orgulho e preconceito e zumbis"e tambem "Razao e sensicilidade  os monstros marinhos.
Jane também é sempre lembrada e usada como referência para obras modernas como ”: Clube de leitura da Jane Austen ”’, Jane Austen -a vampira, ”Austenlândia”’ ,”’Eu fui a melhor amiga de Jane Austen”.


Obs :As obras Emma,Jane Eyre entre outras também ganharam uma web-serie   depois do sucesso de "The Lizzie Bennet Diaries"

Obras (fonte e comentários Wikipedia)

Romances publicados

  • Razão e sensibilidade (1811)
  • Orgulho e preconceito (1813)
  •  Mansfield Park (1814)
  •  Emma (1815)
  • A abadia de Northanger (1818)
  •   Persuasão (1818)

Teatro

  • Sir Charles Grandison (sua única peça teatral, escrita provavelmente em 1791 ou 1792 e publicada somente em 1980)

Obras curtas

  • Lady Susan (1794, 1805)
  • The Watson (1804) (incompleta, sua sobrinha Catherine Hubback a finalizou, publicando-a como The Younger Sister, na metade do século XIX.)
  • Sanditon (1817) (incompleta)

Juvenilia ou obras da juventude

  • The Three Sisters
  • Love and Freindship (sic). (1790). Esta falha ortográfica no título (*Freindship em vez de Friendship) é famosa entre os estudiosos.
  • The History of England (1791)
  • Catharine, or the Bower
  • The Beautiful Cassandra









Quem é fã aqui da Jane Austen? Comente aqui embaixo um pouco da sua experiência com ela.



You Might Also Like

11 comentários

  1. Achei o post muito legal e super interessante, Babi. A Jane é um das minhas autoras preferidas de todos os tempos! Confesso que acho a história dela um tanto triste.
    Sou apaixonada pelas obras da Jane, tendo já lido quatro livros dela (Razão e Sensibilidade, Emma, Orgulho e preconceito e Persuasão).

    Simplesmente odeio o filme As patricinhas de Beverly Hills, mas morro de rir com o filme Austenland e amei a web série Emma Approved quando a assisti em 2013, porém não consegui gostar de Lizzie Bennet Diaries.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jura? Eu gostei tanto do "Rhe Lizzie Bennet Diaries" pena que você não gostou. Quando eu avançar um pouco em inglês eu vou começar assistir o "Emma" também.
      Eu sou muito fã de "As patricinhas de Beverly Hills" é uma coisa bem pessoal de cada um.

      Obrigado pela visita Mel e volte sempre
      Beijos

      Excluir
  2. Oie Babi! Adorei o post! O primeiro post de vida e obra que fiz foi de Austen, Orgulho e Preconceito é meu livro favorito de todos os tempos! Esse ano as meninas do clube de leitura que eu participo (O Vlude de Jane Austen -que não lê só livros dela, rs!) e eu assistimos simultaneamente Lost in Austen, cada uma em sua casa e em seu estado, e fizemos a discussão via WhatsApp. Foi demais! Adorei de verdade, flor, parabéns!

    Beijoooo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu quero assistir "Lost Austen" .Parece que é um seriado tão legal.

      Excluir
  3. Não acredito que ninguém tinha falado dessa autora pra mim antes !!! Já estou encantada com as obras dela *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela é uma ótima escritora
      Se você gosta de romance tem que conhecer essa autora

      Beijo Lih ♥

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  4. Oiii! Menina adorei o post e amei conhecer mais sobre ela <3 eu ainda não li nenhum livro dela e me arrependo disso kkkkk mas todos os livros dela estão na minha lista para comprar na Black Friday *--* E estou me segurando para não ver nenhuma adaptação nos filmes :( kkkk


    *Beijokas -Hellen Barros

    www.apenasgiz.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa.

      Espero que se apaixone pela Jane Austen o mesmo tanto de que sou fascinada por ela

      Beijos

      Excluir
  5. Admiração é pouco perto do que eu sinto por essa escritora <3 Os meus favoritos são Persuasão e Orgulho e Preconceito. Não sabia que ela faleceu com apenas 41 anos! E posso confessar uma coisa? Sou apaixonada pelo Sr Darcy, gente, que homem!hahah Eu ainda não li Emma, mas assisti ao filme a amei.
    Adorei o post Babi, não conhecia muito da vida da Jane Austen e amei saber mais sobre uma das minhas escritoras favoritas.

    Beijoooos

    itiskimby.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu assisti o filme da "Emma "pela Netflix e o achei fiel ao livro.
      Claro que houve cenas que foram cortados e alguns personagens nao pareciam com o que eu imaginava.
      Eu também sou apaixonada por "Orgulho e preconceito", mas o meu segundo favorito é 'Razão e sensibilidade"

      Beijos

      Excluir

Oi , que bom te ver por aqui.Sempre sera bem-vindo no meu mundinho.


💐Não deixe essa visita em branco , deixe o seu comentario e o link do seu blog para que eu possa retribuir a sua visita

💐Comentários ofensivos serão excluidos

💐 Antes de fazer algum comentário leia o post .Comentarios irrelevantes ou fora de contexto não sera retribuido e ainda gera feedback negativo para você e seu blog.